23 Benefícios do BIM para o seu empreendimento (Parte II)

Atualizado: 23 de Mar de 2019

Usos do BIM na fase de Concepção:



6. Revisão de Designs (Concepção)


Um processo no qual as partes interessadas exibem um modelo 3D e fornecem os seus feedbacks para validar vários aspectos do projeto. Estes aspectos incluem a avaliação de cumprimento do programa, inspeção da estética do espaço, disposição do ambiente virtual e definição de critérios, tais como layout, linhas de visão, iluminação, segurança, ergonomia, acústica, texturas e cores, etc. Este uso do BIM pode ser feito usando o computador ou com maquete virtual de instalações especiais, tais como CAVE (Computer Assisted Virtual Environment) e laboratório de imersão. Maquetes Virtuais podem ser realizadas em vários níveis de detalhe, dependendo das necessidades do projeto. Um exemplo disto é o de criar um modelo altamente detalhado de uma pequena porção do edifício, tal como uma fachada, para analisar rapidamente alternativas de design e resolver os problemas de concepção e construção.



7. Concepção de Autoria – Projeto Arquitetônico (Concepção)


Um processo em que o software de modelagem 3D é usado para desenvolver um Modelo de Informação da Construção baseado em critérios que são importantes para a tradução do projeto do edifício. Dois grupos de aplicativos estão no centro do processo de design baseado no BIM, são ferramentas de criação de design e ferramentas de auditoria e análise. Ferramentas de criação de design criam modelos, enquanto ferramentas de auditoria e análise estudam ou adicionam riqueza de informações aos modelos. A maioria das ferramentas de auditoria e análise podem ser usadas para a Revisão do Projeto e a Análise de Engenharia. Ferramentas de design de autoria são o primeiro passo para o BIM e a chave é conectar o modelo 3D com um poderoso banco de dados de propriedades, quantidades, metodologias construtivas, custos e cronogramas.


8. Análise Energética (Concepção)


A análise energética da instalação é um processo em fase de projeto onde um ou mais programas de simulação de energia usam um modelo BIM devidamente ajustado para conduzir avaliações de energia para o projeto de construção atual. O objetivo central deste uso BIM é inspecionar a construção de compatibilidade padrão de energia e buscar oportunidades para otimizar o projeto proposto para reduzir os custos do ciclo de vida da estrutura. Pode-se também fazer comparativos energéticos entre modelos, de forma a escolher o que irá consumir menor energia na sua fase de operação.


Figura 5: Carregamento energético mensal gerado pelo software Autodesk Revit.



9. Análise Estrutural (Concepção)


Um processo em que o software de modelagem analítica utiliza o modelo de autoria do projeto BIM para determinar o comportamento de um determinado sistema estrutural. Com os padrões mínimos necessários, a modelagem e análise do projeto estrutural são usadas ​​para otimização. O desenvolvimento desta infor