Principais desafios do BIM para pequenas empresas (parte 02).

Atualizado: 23 de Mar de 2019

Com o entendimento dos desafios que as pequenas empresas enfrentam na adoção do BIM (artigo anterior – Principais desafios do BIM para pequenas empresas), partimos para as possíveis estratégias que irão possibilitar e facilitar sua implementação.



Partindo para o BIM


Apesar de todo o interesse e entusiasmo, a empresa deve ser realista na adoção do BIM, ou seja, deverá definir muito bem quais os objetivos que deseja alcançar nesta mudança. Pois, esse é um momento crucial para que o planejamento seja realizado de forma coerente, resultando no sucesso do projeto.



# Definindo os Objetivos


Devemos avaliar alguns pontos estratégicos, assim como a definição dos próprios objetivos ao uso do BIM, sendo estes:


  1. Analisar a empresa: analisar suas capacidades e entender se a empresa possui as necessidades mínimas para implementação do BIM.

  2. Analisar a equipe: avaliar se a equipe está preparada mentalmente e emocionalmente para a mudança que irá envolvê-los diretamente. A resiliência torna-se uma característica de grande valia neste momento.

  3. Comparar os entregáveis atuais: comparar o produto/serviço que são entregues atualmente com os quais vão desejar entregar.

  4. Determinar os objetivos BIM, como por exemplo:

  • Reduzir custos.

  • Mitigar erros.

  • Compatibilização 3D.

  • Otimizar processos.

  • Reduzir o tempo de entrega dos projetos.

  • Elevar o nível competitivo da empresa.

  • Oferecer um produto mais completo sem aumentar o tempo de produtividade.

  • Adaptar o uso BIM: adaptar ao modelo de negócio da empresa.

  • Nomear um Líder: nomear um responsável por todo o processo de implementação.

  • Envolver a alta administração: a alta administração deve estar envolvida em todas as etapas do processo de implementação.